Blog posts

Vinícola Emiliana: vinhos orgânicos e biodinâmicos pertinho de Santiago

Vinícola Emiliana: vinhos orgânicos e biodinâmicos pertinho de Santiago

Chile, Santiago

De vinho a gente entende e de visitas então, nem se fala! Já fiz tantas por aí que às vezes dá medo de ser ‘mais do mesmo’. Mas te garanto, a vinícola Emiliana vale (e MUITO) a visita. Viajando pra Santiago? Pode colocar no roteiro!

A visita à Vinícola Emiliana: o que tem de diferente

Tudo!

Tudo o que você aprende nas outras visitas não tem nada a ver com o que você escutará na Emiliana. Lá, a preocupação, além de fazer vinhos excelentes, é a de respeitar e cuidar da natureza, tendo uma produção social e ambientalmente responsável.

Todas essas plantas, cores e animais estão aí por um motivo! É genial!
Todas essas plantas, cores e animais estão aí por um motivo! É genial!

Mas como?

Todos os pilares de sustentabilidade são foco da empresa (que vamos lá, parece uma família). Consciência na utilização de água (sistema de irrigação por goteamento, que faz com que o mínimo de água seja utilizado, sem desperdício), fontes alternativas de energia e recursos otimizados são palavras de ordem.

E alpacas!

E se você acha que é pra turista ver e tirar foto (não, mas você pode aproveitar e tirar também), mas as alpacas fofinhas estão por lá para comer o pasto que cresce junto aos vinhedos e sem estragar a plantação. E tem também galinha d’angola, joaninhas… todos lá, fazendo ‘seu trabalho’ em proteger as uvas pra fazer os melhores vinhos.

E como a gente não pensou nisso antes? Isso é biodinâmica!

Mas pensou! Sempre pensou… Dá pra até falar que eles ‘voltam ao passado’, cultivando e produzido ‘a la antigua’, mas sem dúvidas você sairá de lá como eu: tendo certeza que é assim que será no futuro! É a forma mais inteligente para se produzir um vinho delicioso, se preocupando que muitas gerações mais vão poder consumir esse elixir dos deuses. 🙂


Use os nossos parceiros para viajar tranquilo e ajudar o OMMDA:

BookingReservando com esse link aqui da Booking, você não pagará nada a mais por isso e nos ajuda (e muito) a manter o blog!

Anonymous-aiga-first-aid-bg-300px A Real Seguros é um comparador de Seguros Viagens e com o nosso link você já ganha 15% de desconto em qualquer compra!


Por que vale a pena visitar a Vinícola Emiliana?

Se você não se convenceu com tudo o que eu já te contei de agricultura orgânica e biodinâmica, tudo bem.

Mas eu te falo com toda a certeza do mundo: na Emiliana eu fiz a melhor degustação de vinho de todas as visitas que eu já fiz na vida!

Vinícola Emiliana
O Coyam tem 95 pontos – James Suckling 2015. Isso, pra quem não é muito conhecedor da causa, é MUITO BOM!

Tá achando que é pouco? Eu já fiz em Mendoza, conheci várias em Santiago (essa e essa aqui), em Cafayate e até no Uruguai… mas essa degustação da Emiliana me deixou doida!

Se não se convenceu AINDA, os nossos amigos Coisos (on the go) passaram por lá também, confere o post!

Divando na Vinícola Emiliana, só esperando pra tomar um monte de vinho <3
Divando na Vinícola Emiliana, só esperando pra tomar um monte de vinho <3

Como chegar à Vinícola Emiliana 

Não é difícil não, no site eles dão o detalhe para ir de carro, mas se você é igual eu e adooooora um ônibus, te conto como ir saindo de Santiago ou Valparaíso.

Saindo de Santiago -> Vinícola Emiliana

Easy! Do Terminal Pajaritos, você toma qualquer ônibus em direção à Viña del Mar ou Valparaíso. Você também pode tomar no Terminal Alameda, mas recomendo a saída de Pajaritos, mais rápido o tempo de viagem (pra qualquer dúvida sobre os infinitos terminais de ônibus de Santiago, consulte aqui.)

Dica: Se for de Turbus, comprando antecipado sai mais barato, na hora CLP 5000 (que seria mais ou menos uns R$30).

Você descerá no “Paradero La Vinilla” que é o próximo depois do segundo pedágio, uns 500 metros da vinícola Emiliana.

Ou seja: sai de Santiago – passa por um pedágio – um túnel – outro túnel – (já se ajeita pra descer) – outro pedágio – e PRONTO! Fácil, né?

Lógico que é bom avisar o motorista que vai descer na Emiliana, mas sem segredos!

Vinícola Emiliana
Busque a placa!

Descendo do ônibus você estará pertinho da Emiliana, só seguir mais 5 minutos em direção a Valparaíso que você encontrará a entrada da vinícola.

Pra voltar, só parar qualquer ônibus para Santiago no sentido oposto da rodovia. E pra voltar foi bem mais barato, paguei CLP 2000.

Saindo de Valparaíso/Viña del Mar -> Vinícola Emiliana

Você tomará um ônibus até Casablanca (cerca de 45 minutos, mas não sei o preço, sorry!). Descer na Plaza Principal e de lá pegar um táxi pra Emiliana, que custará mais ou menos CLP 5000.

Outra opção é pegar um ônibus até Curacaví e descer no Paradero La Vinilla, mas pode ser que demore, já que esses ônibus param em tudo quanto é lugar.

Vinícola Emiliana
Siga as parras!

Quanto custa o tour à Vinícola Emiliana?

Tem várias opções de tour, alguma vai se adequar ao seu gosto!

O Tour Premium da vinícola Emiliana conta com a visita aos jardins e ao vinhedo, fora toda a explicação de como é produzido o primeiro vinho orgânico do país, juntamente com todos os conceitos de agricultura orgânica e biodinâmica. E, é claro, uma degustação MARAVILHOSA.

Dá pra juntar também, como eu fiz (hihihi) com a degustação de queijos ou chocolate, que fica uma combinação imperdível!

Os queijos só não são mais gostosos que o vinho...
Os queijos só não são mais gostosos que o vinho…

Pra quem é aficionado em vinho, sugiro o tour Gê, já que esse conta com a degustação do melhor vinho da casa, o Gê (há!). Eu fiquei babando nesse vinho e já pedi pro meu aniversário <3

E eu, como engenheira química aposentada, tô esperando que o pessoal da Emiliana me convide pra visita “Haz tu propio vino” (Faça seu próprio vinho), pra conhecer todos os segredos na prática!

Valores Tours Emiliana:

  • Tour Premium: CLP 14000
  • Tour Gê: CLP 26000
  • Tour Haz tu propia vino: CLP 26000
  • Tour Premium + degustação de chocolates ou queijos: CLP 17000
Meu aniversário é dia 18 de setembro, pros desavisados ;)
Meu aniversário é dia 18 de setembro, pros desavisados 😉

Pro final, a lojinha tentação…

Além de ter me esbaldado nos vinhos, me controlei pra não comprar alguns produtos mais.

Vinícola Emiliana
Pirando no mel…

Por lá eles também vendem mel, azeite e lã, que são produzidos pelos funcionários com tudo o que é gerado lá na Emiliana. E pra onde vai o dinheiro? Pros funcionários da Emiliana! Que tem um fundo emergencial que é alimentado por essas vendas. Legal, né?

(Quando eu crescer quero trabalhar numa empresa assim!)

E aí, vale a pena?

Saí de lá meio bêbada felicíssima com a visita à Emiliana. Um conceito diferente, saindo do comum de todas as vinícolas chilenas e com uma degustação ABSURDAMENTE BOA. Sério! A melhor do Chile sem dúvidas!

Vocês sabem que sou mão de vaca… saí com 4 garrafas de vinho de lá. Pra provar que o vinho é fantástico, até gastei dinheiro – viu como é verdade!

Vinícola Emiliana
Tentação mortal nessa loja da vinícola Emiliana!!!

Vinícola Emiliana

Email Vinícola Emilianainfo@emiliana.cl

instagram@EmilianaOrganic

facebook/EmilianaOrganicVineyards

Fizemos a visita a convite da Vinícola Emiliana. Agradecemos muito a oportunidade e frisamos que tudo que relatamos no post é opinião livre e pessoal.

About the author

Viciada em viajar, mas que sossegou – só um pouco – no Chile pra abrir um hostel. Já esteve em 9 países e 90 cidades fora do Brasil. Não sabe nadar (mas sabe andar de bicicleta). É facilmente comprável com doces e bom café. E é mão de vaca (isso é um dado importante).

76 Comments

  1. sonia
    3 de junho de 2016 at 23:26
    Reply

    bateu a saudade aqui! e essa alpaca?😄 p.s.: arrasou nas fotos!

  2. Marianne
    7 de outubro de 2016 at 12:07
    Reply

    Que lugar lindo! E a alpaca? <3 Ganhou meu coração! Só fiz degustação de vinhos uma vez, mas nas Caves do Porto, pois não sou assim uma super entendedora, aliás, não entendo nada mesmo, mas achei bem legal e tenho vontade de faz um tour em vinícolas! Dica anotada!

    • Camila Lisboa
      10 de outubro de 2016 at 20:37

      Ahhh, mas se não entende nada é melhor ainda, que dá pra sair da visita pagando de enólogo com os amigos do Brasil 🙂

  3. Itamar Japa
    7 de outubro de 2016 at 16:06
    Reply

    Demais, nunca visitei uma vinícola mas esta aí ganhou toda minha admiração, justamente pela preocupação com o meio ambiente! Quando voltar pra Santiago vou fazer questão de conhece-la!

    • Camila Lisboa
      10 de outubro de 2016 at 20:37

      Antes de vir pra Santiago sempre fui meio ‘assim’ com essas visitas… achava muito turistão, rs… Mas depois de beber vinho pra cacete aprender mais sobre, acho as visitas super interessantes 🙂

  4. Deivson
    7 de outubro de 2016 at 17:26
    Reply

    Dica massa! Você tá muito diva nas fotos!

    • Camila Lisboa
      10 de outubro de 2016 at 20:36

      Ahazo de cabelo bagunçado, rs…

  5. Ana Carolina Miranda
    7 de outubro de 2016 at 19:06
    Reply

    Fiquei morrendo de conhecer esta vinícola quando fui ao Chile, mas como só tive um dia fui até a Concha Y Toro. Depois de ler seu post fiquei com água na boca!

    • Camila Lisboa
      10 de outubro de 2016 at 20:35

      E sabe que eu nem gostei muito da Concha y Toro? Achei beeeeem comercial… a visita à Emiliana é bem mais completa 🙂

  6. Adriana Magalhães Alves de Melo
    8 de outubro de 2016 at 20:49
    Reply

    Ai que vontade que deu!
    Quando fui a Santiago, fui apenas à Casas del Bosque
    Perdi essa!

    • Camila Lisboa
      10 de outubro de 2016 at 18:55

      A Emiliana é maravilhosa! Quando voltar, pode colocar na lista 🙂

  7. Alessandra Maróstica de Freitas
    8 de outubro de 2016 at 21:48
    Reply

    Que lugar lindo!!! Eu também iria querer degustar tudo, vinho, queijos, chocolates rsrsr. Estou aqui com água na boca. Adorei o post!

    • Camila Lisboa
      10 de outubro de 2016 at 18:56

      Tinha uma moça fazendo a degustação com chocolate do meu lado e eu tava babaaaaando, rs… mas a com queijo é maravilhosa, não me arrependi de ter escolhido essa 🙂

  8. Flávia Donohoe
    9 de outubro de 2016 at 11:13
    Reply

    Eu adoro passeios em vinícolas, tive a sorte de ir em algumas. Fomos em uma próxima a Viña, mas a Emiliana parece ser bem mais estruturada. Que linda, adorei as fotos! Saudades de Santiago <3

    • Camila Lisboa
      10 de outubro de 2016 at 18:49

      É lindona mesmo 🙂 e os vinhos… que maravilha! 🙂

  9. Matheus crespo da silva
    9 de outubro de 2016 at 18:23
    Reply

    Que passeio mais legal!!! Fiquei super a fim de conhecer. Adoro essas atrações com consciência ambiental

    • Camila Lisboa
      10 de outubro de 2016 at 18:48

      É muito bom saber que tem gente que pensa com mais carinho pra produzir, né? 🙂

  10. Angie
    9 de outubro de 2016 at 20:07
    Reply

    Caaaara q genial usar as alpacas, não imaginava q elas ajudavam na “criação e produção” ahauhsus

    • Camila Lisboa
      10 de outubro de 2016 at 18:47

      Eu só achava que elas tavam lá pra fazer charme tb! hahah

  11. Simone Hara
    9 de outubro de 2016 at 23:21
    Reply

    Adorei! Já foi pra minha listinha de lugares que quero conhecer!
    Adoro fazer tour por vinicolas e esta realmente parece bem interessante de se conhecer!

    • Camila Lisboa
      10 de outubro de 2016 at 18:47

      É uma das diferentes 🙂 vale a pena porque sai muito do ‘mais do mesmo’, Simone!

  12. Edson Amorina Jr
    10 de outubro de 2016 at 05:54
    Reply

    Que legal essa degustação, o conjunto de vinhos e queijos harmonizados ficou show! E se você ATÉ gastou dinheiro para comprar algumas garrafas, realmente deve valer bastante a pena. rs…

    • Camila Lisboa
      10 de outubro de 2016 at 18:47

      Te juro que gastei! E olha… aqui no Chile normalmente não compro vinho que custa mais de 10 reais (mas em defesa, são bons os vinhos aqui, rs) e nesse caso gastei TRINTÃO em uma garrafa! Pra você ver o nível hahaha

  13. Daniela Xavier
    10 de outubro de 2016 at 09:00
    Reply

    Oi Camila!!! Nossa, muito bacana seu post! Eu estive na Emiliana em 2014, entramos lá sem saber nada e nos apaixonamos… Paramos lá para fazer “hora” para nosso almoço que era na House of Wine que fica ao lado (aliás, a antiga Morandee, que elegemos a melhor vinícola de lá) e perdemos a hora!!! rsrsrsr. Muito bom, matei as saudades.

    • Camila Lisboa
      10 de outubro de 2016 at 18:45

      É muito lindo lá, mas a parte que eu mais gosto mesmo é a visita! É muito legal saber como eles se preocupam com tudo 🙂

  14. Carlos Roberto e Gleidys
    2 de dezembro de 2016 at 09:27
    Reply

    Ainda não tivemos essa chance de visitar uma vinícola orgânica. Curiosos para degustar vinhos com esse padrão. Ótimo artigo.

    • Camila Lisboa
      4 de dezembro de 2016 at 16:08

      É bem melhor 🙂 Muda tudo, inclusive o sabor!

  15. Aline
    2 de dezembro de 2016 at 14:22
    Reply

    Preciso voltar ao Chile e fazer uma visita numa vinícola assim. Não sei pq só nos levam nas já batidas… kkkk

    • Camila Lisboa
      4 de dezembro de 2016 at 16:08

      E nossa…. tem umas batidas que são tão uó =/ tem várias lindas pela região! Vale mto a pena!

  16. Taís
    2 de dezembro de 2016 at 20:58
    Reply

    Só pela alpaca você já me convenceu de ir até essa vinicola! hahahaha
    Eu nunca fui em uma assim, e fazer degustação de vinho e fiquei super curiosa agora depois de ler o seu post, ainda mais por essas bandas aí, já que os vinhos chilenos são super bem falados! 🙂

    • Camila Lisboa
      4 de dezembro de 2016 at 16:06

      Os vinhos chilenos são os MELHORES! 🙂

  17. Eliana C. Pereira
    2 de dezembro de 2016 at 22:50
    Reply

    Que vinícola sensacional!!! Adorei!!! Já vou querer visitá-la em uma próxima visita a Santiago…

    • Camila Lisboa
      4 de dezembro de 2016 at 16:04

      É linda e vale a pena demais 🙂

  18. Bela
    3 de dezembro de 2016 at 07:44
    Reply

    Quero muito conhecer o Chile porque tive um tio adotivo muito querido que faleceu uns anos atrás e ele ainda tem família por lá :3
    Adorei a postagem, ficou bem completa! Não sou muito fã de vinho mas amei a alpaca :3

    • Camila Lisboa
      4 de dezembro de 2016 at 16:21

      Vale a pena mesmo sem provar 🙂 É linda a visita e tem alpacas 🙂

  19. Paula Abud
    3 de dezembro de 2016 at 10:20
    Reply

    Já anotei aqui no bloquinho de notas com roteiros infinitos hahahaha Adorei o post, Camila!!

  20. Katarina Holanda
    3 de dezembro de 2016 at 11:54
    Reply

    Eu não tomo vinho, mas amo visitar vinícolas, hahaha. Adoro o climinha, o processo e fico na esperança de rolar um suco ou geléia de uva. xD

    • Camila Lisboa
      4 de dezembro de 2016 at 16:03

      E nesse caso, comer uns queijos e vinhos 🙂

  21. Josiane Bravo
    4 de dezembro de 2016 at 00:31
    Reply

    Mais que maravilha de vinícola, vinho e queijo é mais que uma combinação perfeita, AMO. Da próxima vez que voltar a Santiago vou tentar fazer um tour pelas vinícolas e incluir essa aqui, que já fiquei louca para conhecer. Ah, achei interessante as cores das videiras (me lembra o outono), muito lindo.

    Abraços

    • Camila Lisboa
      4 de dezembro de 2016 at 15:58

      Era outono mesmo 🙂 Infelizmente não tem uva, mas fica bonito mesmo assim!

  22. Deisy Rodrigues
    4 de dezembro de 2016 at 01:40
    Reply

    Eu sou totalmente apaixonada por lugares que buscam uma produção sustentável, com toda certeza a Emiliana vai ter que está na minha lista, já quero a degustação com queijo e chocolate também.

    • Camila Lisboa
      4 de dezembro de 2016 at 15:58

      Queijo, vinho e chocolate <3

  23. Marcia Picorallo
    4 de dezembro de 2016 at 10:58
    Reply

    Camila, nunca fiz degustação de vinho porque acho programa de quem entende do riscado ou de quem vai, não entende nada e faz cara de conteúdo, mas o que me chamou à atenção foi o lado orgânico que você apresentou. Estou indo pro Atacama e Santiago em Março, mas não sei se é uma boa época para visitar vinícolas. Faltou só essa informação no seu post super completo. obrigada e abraços!

    • Camila Lisboa
      4 de dezembro de 2016 at 15:57

      Oi Márcia! Toda época é boa pra visitar as vinícolas 🙂 Em Março em especial é ótimo porque está começando as Vendimias que são as festas da produção das primeiras uvas e dos primeiros vinhos! Você não pode perder 🙂 as fotos ficam MARAVILHOSAS nessa época!

  24. Danielle S.
    4 de dezembro de 2016 at 15:08
    Reply

    Deu para sentir a sua felicidade e amor pela vinícola no seu post, haha! Não entendo muito de vinhos, mas meu sogro ama, então já encaminhei seu post para ele 🙂 E eu super seria aquela turista que ia tirar foto com as alpacas <3 hahahaha

    Beijo!

    • Camila Lisboa
      4 de dezembro de 2016 at 15:11

      As alpacas são tããããão fofinhas 🙂 E do vinho, nossa… é outro nível! Pode recomendar pro sogro mesmo 🙂

  25. Camila Salgueiro
    4 de dezembro de 2016 at 16:11
    Reply

    Camila Xará, que delícia!
    To sonhando com uma viagem pelo Chile regada a bons vinhos… Dica anotada!! 😉

    • Camila Lisboa
      4 de dezembro de 2016 at 16:22

      Vai adorar conhecer o país dos terremotos =3

  26. Dayana
    4 de dezembro de 2016 at 19:23
    Reply

    Passei em frente à Emiliana na ida para Isla Negra, mas não entrei. Agora bateu arrependimento!!!

    Pelo que você falou, a visita é parecida com a Domiciano, em Mendoza (claro que com as devidas proporções sendo mantidas…), que foi uma das que mais curti na vida!

    • Camila Lisboa
      7 de dezembro de 2016 at 16:30

      Desculpa pra voltar pra Santiago, Day 🙂

  27. Viviane
    5 de dezembro de 2016 at 11:54
    Reply

    Que lugar maravilhoso!!! Esses passeio em vinícolas são ótimos, muito vinhos e paisagens lindas.

    • Camila Lisboa
      7 de dezembro de 2016 at 16:30

      Especialmente essa 🙂 Um charme!

  28. Eloah Cristina
    8 de dezembro de 2016 at 09:48
    Reply

    Faz alguns anos que fiz meu último roteiro de vinícolas. Adorei sua experiência e me despertou vontade de planejar uma nova rs!!!

    • Camila Lisboa
      16 de dezembro de 2016 at 14:31

      É tão gostoso =) dá pra repetir sempre, Eloah!

  29. Tarsis Alecrim
    31 de dezembro de 2016 at 01:26
    Reply

    Adorei seu post! Devo passar na Emilliana no bate e volta pra Vina/ Valparaíso que farei em Junho do ano q vem. Quanto tempo levou pra fazer o tour pela vinícola? Tinha horários específicos? Obrigado!

    • Camila Lisboa
      31 de dezembro de 2016 at 16:08

      Oi Tarsis 🙂

      Tem horários meio variados… rs… ou seja, tem mais ou menos a cada hora! Mas não se preocupa, se você chegar cedo pro tour, tem muita coisa linda pra ver e tirar foto enquanto espera! 🙂 Eu adorei a visita – e a degustação! – e recomendo demais!

      Beijooo

  30. Giulia Sampogna
    24 de Fevereiro de 2017 at 04:27
    Reply

    Com certeza incluirei esse lugar lindo no roteiro quando for para o Chile de novo. E essas Alpacas que fofas. Amei. Não dá vontade de ter uma de estimação?

    • Camila Lisboa
      1 de Março de 2017 at 16:11

      Pena que não tenho espaço em casa hahahaha =P

  31. Paula Augot
    24 de Fevereiro de 2017 at 10:34
    Reply

    Tá diva nas fotos! O que me chamou mais atenção foi a questão da sustentabilidade da marca, é algo que eu venho valorizando cada dia mais, e me faria ter mais vontade de conhecer e de comprar a marca.

    • Camila Lisboa
      1 de Março de 2017 at 16:08

      Totalmente! Eu adorei o vinho e saber que trata com tanto carinho e cuidado esse tema, só me fez ser mais uma consumidora fiel 🙂

  32. Marineira
    24 de Fevereiro de 2017 at 13:29
    Reply

    Amooooo viagem que envolve vinho Hahaha! Sou bem dessas! Explicação detalhadi ha delícia de ler. Arrasou!

  33. Paula
    24 de Fevereiro de 2017 at 15:24
    Reply

    Gente, que lugar bacana! Morro de vontade de ir ao Chile, dica anotadíssima. Não faço muita questão de visitar vinícolas, mas seu post me deixou com vontade agora! Haha

    • Camila Lisboa
      1 de Março de 2017 at 16:12

      Confesso que antes de me mudar pra cá eu também não me convencia muito com as visitas… mas ferrou depois que eu fiz a primeira e agora já conheço vaááárias 😉

  34. Margareth Vasconcellos
    24 de Fevereiro de 2017 at 21:01
    Reply

    Mon Dieu! Quero ir amanhã. Sou louca por um bom vinho e o post me deixou com água na boca…e a alpaca arrematou o post…hahaha
    Adorei!

    • Camila Lisboa
      28 de Fevereiro de 2017 at 17:16

      O lugar é lindo e o vinho é MARAVILHOSO! 🙂 Recomendo demais! 🙂

  35. Martinha
    25 de Fevereiro de 2017 at 06:50
    Reply

    Que delicia! Apesar de não é entender nada de vinhos, amo visitar vinícolas. Dica super anotada, para quando eu for ao Chile, vou querer visitar… com certeza!

    • Camila Lisboa
      27 de Fevereiro de 2017 at 11:43

      Eu não sabia de nada antes… mas morando no Chile a gente acaba aprendendo de todo jeito! 🙂 Ontem me surpreendi quando, sem nem ter provado, já sabia que era um cabernet só pela cor do vinho hahahaha

      A gente tem uma super imersão por inércia por aqui hahaha

  36. Renata Sucena
    25 de Fevereiro de 2017 at 07:34
    Reply

    Adorei o post! Deu vontade de provar o vinho e os queijos!! Abraços Renata

    • Camila Lisboa
      27 de Fevereiro de 2017 at 11:44

      São maravilhosos mesmo! 🙂

  37. Carol Duque
    2 de Maio de 2017 at 11:11
    Reply

    Adorei conhecer essa vinicula atraves do seu post. Adoro vinho e degustar então nem se fala. Achei belissima a vinicula, ainda nao conheço o Chile, mas quero muito um dia poder conhecer. Parabens pelo post!

    • Camila Lisboa
      5 de Maio de 2017 at 17:01

      Obrigada Carol! E a Emiliana é maravilhosa 🙂 uma das vinícolas que mais vale a pena conhecer!

  38. CAMILA
    23 de junho de 2017 at 12:42
    Reply

    Já li vários relatos dessa vinícola e estou mega curiosa em conhecê-la, mas.. quais foram os seus vnhos escolhidos? hahaha , quero comprar o Coyam

    • Camila Lisboa
      28 de junho de 2017 at 13:05

      O Coyam é maravilhoso! 🙂 Eu comprei um e um Novas, que estavam deliciosos! Sempre compro da Emiliana (quando po$$o hahaha).

      Beijo e boa viagem!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *