Blog posts

Dica de hospedagem em Barbados: MoonRaker

Dica de hospedagem em Barbados: MoonRaker

América Central, Barbados, em Barbados, Review de hospedagem

Depois de uns dias em St. Lawrence Gap, eu e a guria fomos conhecer outra parte de Barbados… a parte surfista da ilha! Bem no sul, com mar um pouco mais agitado, mas também com praias calminhas pra aprender a pegar as primeiras ondas, Christ Church foi o lugar escolhido e o MoonRaker foi o hotel que superou todas as expectativas!

Nesses posts de Barbados não tem hostel… Mas é que não tem hostel na ilha! Nenhumzinho! Então a opção teve que ser hotel ou pousada mesmo e o MoonRaker foi outra das escolhas acertadas que tivemos.

MoonRaker em Christ Church

Já falei que o pessoal de Barbados é um amor, né? Como estávamos lotadas de coisa (vocês acham que viajar blogando é só alegria? Câmeras, computadores e todas as tralhas possíveis e imagináveis…) íamos pegar um táxi de St. Lawrence até o MoonRaker, mas acabamos poupando uns dólares (uns 20 mais ou menos) com a carona do nosso professor de surf.

Sim, contarei o causo da pessoa que não sabe nadar e quer surfar em outro post…

E é claro que chegamos lá e fomos super bem recebidas e demos de cara com um apartamento completo, com dois quartos, uma cozinha imensa e tudo o que a gente precisa. As camas são super confortáveis!

A vista dos quartos dos MoonRaker é espetacular!
A vista dos quartos dos MoonRaker é espetacular!

E, pra ajudar, quase que dentro do MoonRaker tem o Surfers Bay, um bar/restaurante que serve uma comida maravilhosa (comemos um hamburguer tão bom que eu nem lembrei de tirar foto!) e uma cervejinha gelada. E mesmo sem estar na época ideal pra surfar na ilha, tava bem movimentado. Dizem que na alta temporada de surf, o bar BOMBA! 😉

Outra coisa que aproveitamos bem foi a piscina… aberta 24 horas! Era uma vida ruim de praia-piscina que vocês nem imaginam!

O detalhe do pé pra fora... vai entender porque...
O detalhe do pé pra fora… vai entender porque…

A guria teve problemas foi comida por pernilongos, mas acho que por algo pessoal, já que eu não ganhei nenhuma picada. Vai entender… Mas as camas tem mosquiteiros, aí dá pra dormir bem sossegado mesmo se você tiver esse mesmo azarzinho. O outro porém é que o wifi não funcionava nos quartos, só na sacada… o que garantiu a vista linda do caribe sempre que estávamos atualizando os blogs, as redes sociais e mandando sinais de vida pra casa,

Como se movimentar por Barbados se hospedando no MoonRaker?

Bom, estar nessa região da ilha tem seus prós e contras. Pra quem quer surfar é excelente, porque dá pra alugar prancha, conseguir aulas e transporte para praias para iniciantes e também para conhecedores da causa.

Outra coisa boa é que dá pra chegar em Oistins bem rápido – e é lá que você vai conseguir a melhor comida com o melhor custo benefício. Pra jantar é de longe a melhor opção. E vai estar a só a 5 minutos de caminhada + 10 minutos de van.


Use os nossos parceiros para viajar tranquilo e ajudar o OMMDA:

BookingReservando com esse link aqui da Booking, você não pagará nada a mais por isso e nos ajuda (e muito) a manter o blog!

Anonymous-aiga-first-aid-bg-300px A Real Seguros é um comparador de Seguros Viagens e com o nosso link você já ganha 10% de desconto em qualquer compra!


Pra ir para Bridgetown – para os tours de submarino e catamarã, por exemplo – aí a coisa complica mais. Pode colocar uns 40 minutos em transporte público. Como o MoonRaker fica bem no sul da ilha, tudo que seja no centro ou norte fica mais longinho e se perde algum tempo no transporte.

Bom, nem preciso falar que se alugar um carro isso pode facilitar (e muito!) a sua vida! Mas dá pra viver sem carro alugado sim 😉

Gostou? Para reservar, use o nosso link da Booking! Você não paga nada a mais por isso e ajuda (e muito) o blog!

Quer mais detalhes? Acompanhe pela fanpage e entre no site (tem até sorteio de noites grátis no hotel 🙂 )

Quer saber a opinião da guria? A Angie fez esse post aqui falando da nossa experiência no MoonRaker e nos outros hotéis da ilha!

Essa viagem a Barbados foi feita em parceria com a Global Vision Access, Visite Barbados e com o MoonRaker Barbados. Mas não é por isso que deixamos de dar nossa opinião própria e impessoal sobre os serviços! Pode confiar!

About the author

Viciada em viajar, mas que sossegou – só um pouco – no Chile pra abrir um hostel. Já esteve em 9 países e 90 cidades fora do Brasil. Não sabe nadar (mas sabe andar de bicicleta). É facilmente comprável com doces e bom café. E é mão de vaca (isso é um dado importante).

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *