Blog posts

Diário de Workaway – Dia 8 – Bagunça

Diário de Workaway – Dia 8 – Bagunça

Diário de Workaway

Um dos dias mais bagunçados desse diário de workaway, eu não almocei, quase passei mal, caiu minha pressão… e a culpa é de quem? Minha! E já que é minha eu coloco onde quiser, então é culpa de Game of Thrones!

Diário de Workaway – Dia 8

Tudo começou no domingo a noite, quando eu me desconectei do mundo fugindo de spoilers de GOT. Sim, sou dessas.

Muito cansada pra ver no domingo, resolvi ver segunda de manhã, já que eu trabalharia só a tarde, entrando às duas. E acordei já babando pelo episódio – pra quem não sabe (ou não é tão viciado) o EP9 costuma ser o melhor de todas as temporadas.

A batalha dos bastardos. Goters entenderão!
A batalha dos bastardos. Goters entenderão!

Lógico que acordei e já liguei o note pra ver. Uma hora depois, café da manhã? Não! Mandar whats pros amigos e ficar discutindo cada detalhes. ~Louca~

Aí, umas 11 da manhã resolvi comer alguma coisa. E óbvio que não foi almoço.

Antes de trabalhar eu tava sem fome, então fui pra chocolateria assim mesmo…


Use os nossos parceiros para viajar tranquilo e ajudar o OMMDA a se manter na estrada:

BookingReservando com esse link aqui da Booking, você não pagará nada a mais por isso e nos ajuda (e muito) a manter o blog!

Anonymous-aiga-first-aid-bg-300px A Real Seguros é um comparador de Seguros Viagens e com o nosso link você já ganha 15% de desconto em qualquer compra!


Bombons de praliné... gente, é delicioso!
Bombons de praliné… gente, é delicioso!

3 horas de pé e só comendo doce, onde foi parar a pressão? Me empanturrei de pão e fiquei lá até às 6:30… Depois casa, banho, janta (dessa vez de verdade) e cama. Ninguém merece.

Aprendi muitas coisas deliciosas trabalhando na chocolateria e esse diário de workaway tem fotos gordas desde o dia 1.

Enviando chocolates para o mundo
Enviando chocolates para o mundo

About the author

Viciada em viajar, mas que sossegou – só um pouco – no Chile pra abrir um hostel. Já esteve em 9 países e 90 cidades fora do Brasil. Não sabe nadar (mas sabe andar de bicicleta). É facilmente comprável com doces e bom café. E é mão de vaca (isso é um dado importante).

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *