Blog posts

Rapa Nui: explorando a parte central da ilha

Rapa Nui: explorando a parte central da ilha

Chile, Ilha de Páscoa

Vamos a segunda parte da exploração em bicicleta da ilha?

Se você perdeu a primeira parte, comece por aqui.

Sim, é a foto de um mapa bem gasto que foi muuuuuito usado nos 13 dias de Rapa Nui
Sim, é a foto de um mapa bem gasto que foi muuuuuito usado nos 13 dias de Rapa Nui

O caminho após Ahu Te Peu segue voltando para Hanga Roa e a próxima parada é na caverna Ana Te Pahu. Contamos mais detalhes do que ver por lá nesse post aqui.

A árvore linda dentro da caverna
A árvore linda dentro da caverna

Um detalhe é que daí se segue um pouco mais em estrada de terra até chegar a uma estrada bem melhor, pavimentada. E daí para o próximo ponto, siga para a sua direita.


Use os nossos parceiros para viajar tranquilo e ajudar o OMMDA:

BookingReservando com esse link aqui da Booking, você não pagará nada a mais por isso e nos ajuda (e muito) a manter o blog!

Anonymous-aiga-first-aid-bg-300px A Real Seguros é um comparador de Seguros Viagens e com o nosso link você já ganha 15% de desconto em qualquer compra!


A próxima parada obrigatória é no Ahu Akivi, que é o altar mais diferentes da ilha, o único onde os moais estão mirando ao mar e não para a ilha. Eles foram orientados dessa maneira para representar os 7 exploradores que chegaram a ilha e vieram pelo mar (óbvio, rs). Assim eles seguem olhando para as suas casas.

Ahu Akivi visto de trás... A tal da vista pro mar :)
Ahu Akivi visto de trás… A tal da vista pro mar 🙂

Seguindo por uma estrada muito boa se pode ir até Puna Pau, uma esplanada onde se pode ver a cratera de onde se extraiu o material para se esculpir o Pu Kao dos moais (o chapéu vermelho que muitos deles tem). Se pode encontrar alguns protótipos dos pukaos. A vista de lá de Hanga Roa é bem bonita.

Toda essa volta toma cerca de um dia cheio ou se pode dividir como sugerimos, isso depende muito da quantidade de dias que você tem na ilha e da disposição para as subidas e descidas pela ilha.

image

About the author

Viciada em viajar, mas que sossegou – só um pouco – no Chile pra abrir um hostel. Já esteve em 9 países e 90 cidades fora do Brasil. Não sabe nadar (mas sabe andar de bicicleta). É facilmente comprável com doces e bom café. E é mão de vaca (isso é um dado importante).

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *