Blog posts

Maras e Moray: Série Cusco

Maras e Moray: Série Cusco

Cusco, Peru, Valle Sagrado

O tour a Maras e Moray foi o primeiro que fiz ao chegar em Cusco. E provavelmente teria feito completamente diferente se fossemos planejar a viagem de novo… 25 soles por pessoa o passeio que começa as 8:30 e volta as 3 da tarde. Não inclui almoço (nem parada pra isso) nem as entradas (de Moray, no Boleto Turístico, e de Maras que é 7 soles).

Como é o tour a Maras e Moray?

Todo o problema do tour foi o começo, estávamos planejados para sair de Cusco as 8 e meia da manhã e acabamos saindo as 9:30. Íamos voltar as 3 da tarde e chegamos…. As 3 da tarde! Perdemos uma hora de tour pelo atraso do começo, foi tudo mega corrido e não tivemos tempo de ver as ruínas com o cuidado merecido 🙁

Eu poderia não indicar a agência do tour pra vocês, mas no fim, todas as agências são a mesma coisa, vá pelo preço que você se dará bem!

A primeira parada é no esquema de tour mesmo, em Chinchero onde fomos a uma comunidade de artesãs/tecelãs. Lá nos explicaram como eram feitos os artesanatos, desde as linhas, as tinturas e o tear em si. Interessante até.

Maras e Moray
O tour é a Maras e Moray, mas a primeira parada é em Chinchero

Moray foi um sítio inca de testes focados em agricultura (mesmo que se pareça muito com um teatro, rs) onde cada círculo tinha uma temperatura diferente, o que facilitava os cultivos de diversas culturas: papas, maiz, frijoles, etc… Assim conseguiram fazer diversas misturas de raças, criando diferentes variedades de vegetais.

Reserve com a Booking e nos ajude a continuar trazendo muitas dicas de viagens!

Maras e Moray

Pode-se descer até um certo nível das ruínas, mas, como estávamos atrasados, só vimos de cima e acabamos indo em uma outra ruína menor ao lado. Fiquei bem decepcionada por não poder ver de perto os detalhes…

Maras e Moray

De lá, voltamos correndo na van, numa loucura de caminho que só passa um carro dentro da cidade. Depois de muita manobra e várias rés quando encontrávamos os carros, pegamos a estrada pras salineiras de Maras, que na verdade fica bem perto.

Maras e Moray

Lá se pode ver como é a produção de sal na região, nesse monte de lagoas aí. Muito interessante e gigante! Muito diferente de tudo o que já tinha visto.

Siga a gente no Instagram @omelhormesdoano e use a nossa hashtag #omelhormesdoano para aparecer todo sábado na nossa galeria

Por lá se pode comprar os produtos de sal (e também umas comidinhas pra volta, maíz gigante S2 ).

Se nao fosse essa questao do atraso, teria sido incrível. Mas foi bom, vale a pena com certeza!

Gastos:

Tour: 25 soles

Entrada em Maras: 7 soles

Boleto Turístico: 130 soles (que eu já expliquei mais sobre ele aqui)


Use os nossos parceiros para viajar tranquilo e ajudar o OMMDA:

BookingReservando com esse link aqui da Booking, você não pagará nada a mais por isso e nos ajuda (e muito) a manter o blog!

Anonymous-aiga-first-aid-bg-300px A Real Seguros é um comparador de Seguros Viagens e com o nosso link você já ganha 15% de desconto em qualquer compra!


 O que eu faria diferente?

Não iria em tour, com certeza. O tempo de visita a essas ruínas é super curto em um tour e, voltando às duas da tarde, você fica com o resto do dia perdido pra conhecer a região, tendo que focar em Cusco mesmo.

Eu usaria o dia cheio e iria de ônibus, o que seria mais barato e mais proveitoso.

 

Gostou das nossas dicas? Comente e compartilhe nas suas redes sociais!

About the author

Viciada em viajar, mas que sossegou - só um pouco - no Chile pra abrir um hostel. Já esteve em 9 países e 90 cidades fora do Brasil. Não sabe nadar (mas sabe andar de bicicleta). É facilmente comprável com doces e bom café. E é mão de vaca (isso é um dado importante).

12 Comments

  1. Luiz Felipe
    24 de junho de 2015 at 11:58
    Reply

    Camila, desculpe a pergunta, mas quando você diz que “provavelmente teríamos feito completamente diferente se fossemos planejar a viagem de novo”, seria em relação a oq exatamente ? Tipo fazer esse tour por último, fazer sem agência, não fazer ou outra coisa ?

    • Camila Lisboa
      24 de junho de 2015 at 20:03

      Eu iria por conta. Os tours te facilitam mas nada como a liberdade de ir por conta conhecer as atrações. De Cusco é fácil tomar um bus até Moray 🙂

    • Luiz Felipe
      29 de junho de 2015 at 01:13

      Entendi, obrigado pela resposta ! E pra voltar pra Cusco é tranquilo tb ?

    • Luiz Felipe
      2 de julho de 2015 at 02:19

      Ah, e sem querer pertubar mto, mas fazendo esse esquema por conta própria, indo de Moray para Maras tem trasnporte fácil tb ?

    • Camila Lisboa
      2 de julho de 2015 at 17:28

      Tem, fica cheio de taxi 😉 e taxi lá é baratinho.

  2. Thayane
    7 de junho de 2016 at 21:22
    Reply

    Oi, Camila! Estou programando minha viagem para agosto/setembro e seu site tem sido uma baita ajuda. Muito obrigada por todas as dicas! Sem querer abusar, mas já fazendo ..rs.. vc sabe se consigo seguir fazer o trajeto cusco – pisac – moray – maras – ollantaytambo de ônibus? Se não, é tranquilo achar táxi entre essas cidades? E como fez para entender a historia de cada lugar? Tem guias que possam ser contratados na entrada?

    • Camila Lisboa
      13 de junho de 2016 at 17:11

      Que bom que tá ajudando 🙂

      Pisac – Moray não tem direto… você teria que fazer Pisac- Urubamba – Moray. E a mesma coisa de Moray/Maras para Ollantaytambo, teria que voltar pra Urubamba e de lá pra Ollanta.

      Dá uma olhadinha nesse mapa aqui que vai fazer sentido 😉

      Sempre tem guias nas entradas, mas eu, como mão de vaca (risos), dou uma lida antes em um guia de viagem e vou na cara e coragem mesmo… Mas você sempre acha guias locais com um bom preço por lá!

      Espero ter ajudado 🙂

  3. Caroline
    23 de novembro de 2016 at 08:56
    Reply

    Oi Camila! Adorei seu site e super me identifiquei quando você diz que é mão de vaca. Eu também sou! hehehe
    Estou pensando em fazer Moray e Salineiras de Mara em um dia parando em Ollanta para pegar o trem para Machu Picchu às 15h30. Você acha que seria tranquilo em questão de transporte público e tempo para fazer tudo? Ou ficaria muito corrido?

    • Camila Lisboa
      23 de novembro de 2016 at 16:54

      Acho que fica corrido sim… seria legal fazer Maras e Moray em um dia e deixar pra conhecer Ollanta e o Valle Sagrado em outro e aí pregar o trem. Aí fica menos complicado (e se perder o trem dói no coração né, é caro =/ )

  4. Flávio
    28 de novembro de 2017 at 12:50
    Reply

    Ei Camila!
    Adivinha quem veio ler todos os seus posts e te pedir algumas informações? Lógico que sou eu, Flávio do Viajando na Janela kkkk

    Quando você fala que faria este tour por conta, você diz de ônibus? Será que compensa alugar um carro em Cuzco pra fazer este passeio?

    Obrigado desde já e parabéns pelos posts! Estão ajudando bastante!

    • Camila Lisboa
      4 de Janeiro de 2018 at 12:48

      Oi Flavio! Te respondi por face e esqueci de voltar auqi, rs…

      De onibus foi bem de boa… de carro dá pra fazer também e sendo um grupo grande, pode ser uma boa em custo 🙂

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *