Blog posts

La Chascona: a casa de Pablo Neruda em Santiago

La Chascona: a casa de Pablo Neruda em Santiago

Chile, Santiago

A mais conhecida casa do poeta chileno Pablo Neruda, a La Chascona fica em Santiago e recebe turistas do mundo todo buscando entender um pouco mais da vida do poeta, da sua história (que se mescla muito com a história política do Chile) e do seu estilo de vida, hm, diferenciado. 

La Chascona recebe esse nome por conta da moradora da casa, a amante de Neruda, Matilde Urrutia, que de acordo com o poeta, tinha um cabelo despenteado, que é o significado de chascona na gíria chilena.

As fotos são permitidas apenas na área externa da casa
As fotos são permitidas apenas na área externa da casa

Cada cômodo da casa tem uma história e cada detalhe foi pensado, e repensado, por Neruda e Matilde. Depois da primeira porta já se encontra um bar cheio de detalhes: o bar foi construído com uma peça de um barco francês. Os copos coloridos, as obras de arte espalhadas por todas as partes, a mesa estreitinha pra deixar os convidados mais próximos… tudo pensado!

O poeta chileno viveu toda sua infância em Temuco, no sul do Chile, pertinho de Pucón, uma das nossas preferidas que você pode conferir aqui.

DCIM102GOPROGOPR2542.

Uma porta “mágica” que dava acesso a parte superior da casa… Neruda conseguia colocar poesia em todos os detalhes. Não havia um padrão para construir a casa, ele juntava algumas peças e criava um espaço novo, transformando assim cada cantinho de La Chascona.

Segue a gente no Instagram? Não? Confira as nossas fotos aqui @omelhormesdoano

A história chilena também se mescla com a história de Neruda, que faleceu poucos dias depois do golpe militar de 1973. Pra quem não sabe, Neruda teve grande influência na política no Chile: foi senador pelos estados de Antofagasta e Tarapacá, foi perseguido e exilado por ser contra o governo e foi pré-canditado a presidente no ano de 1969.

DCIM102GOPROGOPR2540.

E Neruda faleceu dias depois do golpe militar em 1973, sendo velado na própria La Chascona, que havia sofrido muitos atos de vandalismos por conta do cambio de governo. Matilda e amigos passaram a noite na casa, velando o corpo, numa sala com vidros quebrados, no frio santiaguino.

Ao lado da La Chascona esta a nossa indicação de hospedagem em Santiago. Confira aqui!

Depois da morte de Neruda, Matilda foi a responsável por recuperar os muitos danos à casa, e seguiu morando ali até a sua morte, em 1985.


Use os nossos parceiros para viajar tranquilo e ajudar o OMMDA:

BookingReservando com esse link aqui da Booking, você não pagará nada a mais por isso e nos ajuda (e muito) a manter o blog!

Anonymous-aiga-first-aid-bg-300px A Real Seguros é um comparador de Seguros Viagens e com o nosso link você já ganha 15% de desconto em qualquer compra!


DCIM102GOPROGOPR2551.

A visita é uma junção de história, poesia e arquitetura. Uma parada imperdível em Santiago.

Quer saber mais sobre Santiago? Confere aqui!

About the author

Viciada em viajar, mas que sossegou – só um pouco – no Chile pra abrir um hostel. Já esteve em 9 países e 90 cidades fora do Brasil. Não sabe nadar (mas sabe andar de bicicleta). É facilmente comprável com doces e bom café. E é mão de vaca (isso é um dado importante).

2 Comments

  1. Tarsis Alecrim
    31 de dezembro de 2016 at 01:29
    Reply

    Encontrei detalhes aqui que não tinha lido! Quanto tempo leva mais ou menos pra percorrer a casa com o audioguia? Abraço!

    • Camila Lisboa
      31 de dezembro de 2016 at 16:06

      Oi Tarsis 🙂 Que bom que ajudou! Olha, pra ir com calma, pode considerar entre uma hora e meia e duas horas. O audio guia deve durar um pouco menos de uma hora, mas é legal ir olhando os detalhes da casa também, né!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *