Blog posts

Dicas de Quito: o que fazer além da visita ao parque Mitad del Mundo

Dicas de Quito: o que fazer além da visita ao parque Mitad del Mundo

Equador, Quito

Já contamos sobre a lenda urbana que é a Linha do Equador em Quito. A falsa linha no parque, o museu que se diz verdadeiro, mas é falso também e a linha na verdade passa mesmo é num restaurantezinho.

Mas não é por isso que não queremos tirar aquela foto ‘meio lá, meio cá’, né? 

IMG_1558

Mas já que o esforço foi grande (é mais de uma hora, 2 ônibus, desde a gringolândia Mariscal até o parque), vamos aproveitar o restante do dia para conhecer alguns outros pontos?

Templo del Sol

Como tudo naquela região, também se fala que o templo também é cruzado pela linha do Equador (rs). Essa linha deve ter uns 2 kilômetros de espessura, tá loco…

templo del sol 2

A entrada é de graça e pra chegar lá é fácil, usando o mesmo ônibus que você pegou para o Mitad del Mundo, siga até o fim da linha, são mais uns 10 minutos de ônibus (USD 0,15). Do ponto final ainda são mais uns 15 minutos de caminhada, só seguir reto a estrada, não tem como errar!

Lá você pode ver alguns experimentos (assim como no Inti ñan) e tem várias obras do pintor e escultor indígena, Cristóbal Ortega, o idealizador do templo. Nos pisos do templo também podem ser vistas obras pré-colombianas.


Use os nossos parceiros para viajar tranquilo e ajudar o OMMDA:

BookingReservando com esse link aqui da Booking, você não pagará nada a mais por isso e nos ajuda (e muito) a manter o blog!

Anonymous-aiga-first-aid-bg-300px A Real Seguros é um comparador de Seguros Viagens e com o nosso link você já ganha 15% de desconto em qualquer compra!


O lugar foi escolhido a dedo, supostamente sobre a linha do equador e alinhado com o cerro Catequillas, que foi um lugar sagrado para os Cañari.

templo del sol

Pululahua

Seguindo mais alguns metros pode-se observar a cratera do vulcão Pululahua, que está inativo desde milhares de anos e é a maior cratera habitada do planeta. São mais de 3 kilômetros de diâmetro a uma altitude de mais de 3300 metros.

Vale a visita ao mirante, que dá pra ver uma parte da cratera, com algumas fazendas de produção de vegetais.

pululahua

Com essas duas dicas + o Mitad del Mundo (e o Inti ñan) acho que já dá pra aproveitar um dia inteiro em Quito 😉

Como chegar?

Usando o metrô – linha /azul até o terminal Ofélia (USD 0,25) e de lá pegar a linha Mitad del Mundo (USD 0,15).

Depois, para chegar no Templo do Sol é só pegar o mesmo ônibus até o ponto final (você pode pegá-lo em frente ao Mitad del Mundo ou ir primeiramente ao Templo e Pululahua e na volta conhecer o parque). O custo por trecho é de USD 0,15.

Entradas:

Nenhuma das atrações tem custo =)

About the author

Viciada em viajar, mas que sossegou - só um pouco - no Chile pra abrir um hostel. Já esteve em 9 países e 90 cidades fora do Brasil. Não sabe nadar (mas sabe andar de bicicleta). É facilmente comprável com doces e bom café. E é mão de vaca (isso é um dado importante).

3 Comments

  1. angie
    6 de março de 2017 at 09:41
    Reply

    nunca me conformo com esses nomes bizarros Pulula qqqqqqqqqq lembra um pouco do vale sagrado lá em Cusco se tivesse um riozinho….já tinha até esquecido da falsa linha do equador ahueha

    • Camila Lisboa
      14 de março de 2017 at 18:41

      uhauhauhhuauah eu anoto os nomes senão eu esqueço tudo!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *