Blog posts

Diário de Workaway – DIA 2 – Vulcões

Diário de Workaway – DIA 2 – Vulcões

Diário de Workaway

Esse diário de Workaway vai virar um livro de tanta coisa que tenho que contar. E é bom, porque entre um chocolate e outro, o dia passa rápido, mas no fim do dia tô aqui, pra contar tudo pra vocês.

E se não entendeu nada, comece pelo Dia 1 do Diário de Workaway.

Dia 2 – Diário de Workaway

Hoje fui sozinha pra loja e aproveitei pra dar uma olhada com mais carinho no caminho (quem viu pelo snapchat?). Aqui em Puerto Varas tem muitas casas patrimoniais, que são antigas pra caramba, a maioria com mais de 100 anos de idade e todas com o estilo alemão. Uma coisa linda!

Essa é uma das muitas Casas Patrimoniais de Puerto Varas que eu passo na frente todos os dias
Essa é uma das muitas Casas Patrimoniais de Puerto Varas que eu passo na frente todos os dias

Aproveitei também pra apreciar a vista… O sol resolveu aparecer de verdade hoje, com céu com poucas nuvens, coisa que não é normal pra cá nessa época do ano. O inverno chileno é um cu úmido, com muuuuuita chuva, de verdade, mas esse ano o clima tá do meu lado!

Bom, chegando a chocolateria…

Meu dia hoje foi de embalar. Bombons, latinhas, caixas… De tudo! Basicamente 5 horas só fazendo isso, mas sabe que não me cansa? É até relaxante.

Diário de workaway
As latinhas são de bombons de chocolate com frutas vermelhas e frutos secos

Use os nossos parceiros para viajar tranquilo e ajudar o OMMDA:

BookingReservando com esse link aqui da Booking, você não pagará nada a mais por isso e nos ajuda (e muito) a manter o blog!

Anonymous-aiga-first-aid-bg-300px A Real Seguros é um comparador de Seguros Viagens e com o nosso link você já ganha 15% de desconto em qualquer compra!


Atendi alguns clientes também, isso foi bacana, porque já tô sabendo mais da loja e consigo atender sem ter que perguntar mil vezes onde ficam as coisas, rs.

O legal de se trabalhar com chocolate e com comida em geral é que você desliga um pouco a cabeça, é uma maneira de relaxar e até consigo organizar um pouco dos milhões de pensamentos que tenho. Ou vocês acham que a minha cabeça anda muito boa desde que cheguei no Chile? =P

Diário de workaway
Esses são de blueberry e framboesa com chocolate ao leite

Uma das coisas que pensei é que Puerto Varas tá forte na minha lista de cidades pra viver, mas é caro essa bomba, tá louco… Bom, o sul do Chile é bem caro mesmo, mas o bom é que o salmão é barato – vivendo de sushi em 3, 2, 1…

Com todos esses pensamentos loucos, meu dia voou e logo deu duas da tarde, bora pra casa almoçar?

A ‘nana’, da casa que eu tô morando (nana é o nome de empregada de casa aqui no Chile), me acompanhou de novo no almoço, falando um pouco de tudo. É legal que com menos de dois dias já sei de tudo por aqui, ela é um amor e me conta tudo o que der na telha. Mas acho que ela tava com saudades de gente que falava espanhol, já que as duas últimas pessoas que passaram por aqui eram gringos e não sabiam nada, rs… Tadinha, pensa como tentava se comunicar e nada…

Mas, Camila, você não faz nada fora trabalhar? Bom, eu também vou ver vulcões!

O amor e os vulcões
O amor e os vulcões

Fiquei duas horas só tirando foto.

Esse da esquerda é o vulcão Osorno, que tem a estação de ski e dá pra subir até uma certa parte (Camila, a escaladora de vulcões quer atacar novamente) e o da direita é o Calbuco, o que andou dando trabalho ano passado.

Não é zueira!

Tirei fotos apaixonadas, foto da foto, gente tirou foto minha… duas horas aí, entre olho nu e lentes. Bom, com essa vista, não dá pra cansar.

Mas gelei! Gelei mesmo, o sol foi embora e tava um frio do capiroto. Vamo pra casa? Sim, vamos… Quase chegando por aqui a minha chefe me liga que não tem ninguém na casa e eu estava sem chave. Merda, de volta pra chocolateria pra conseguir entrar em casa.

Acabei fazendo hora extra… Não que eu ligue, de verdade acho uma delícia! Ajudei a rechear uns bombons, tomei um café – lógico que comendo uns chocolatinhos – e, aí sim, casa.

Chocolates e mais chocolates!
Chocolates e mais chocolates!

Jantei com a minha chefe e a filha, que me contaram vários causos dos gringos que passaram por aqui e eu também contei sobre meus trabalhos e até do povo que recebo em couchsurfing.

Resumo do dia do diário de workaway: não sabia que seria tão feliz fazendo algo tão simples. Recomendo!

About the author

Viciada em viajar, mas que sossegou – só um pouco – no Chile pra abrir um hostel. Já esteve em 9 países e 90 cidades fora do Brasil. Não sabe nadar (mas sabe andar de bicicleta). É facilmente comprável com doces e bom café. E é mão de vaca (isso é um dado importante).

6 Comments

  1. Ana Christ
    15 de junho de 2016 at 22:11
    Reply

    Tô de queijo caído com esse videozinho do vulcão!!! QUe cores são essas???? Coisa linda!
    Esse trem de workaway parece interessante mesmo, viu? Tô cada dia mais curiosa com isso!
    Bom trabalho aí e bons passeios! 🙂
    Beijinhos

    • Camila Lisboa
      16 de junho de 2016 at 21:47

      Esse lugar me deixa de queixo caído sempre! Não me canso <3

      E workaway é tudo de bom e esse trabalho que eu consegui é demais, pena que vão ser poucos dias =/

  2. Nathalia Depolo
    16 de junho de 2016 at 07:52
    Reply

    To acompanhando lá no snap e aqui também, e simplesmente amando. Eu sempre tive vontade de me jogar em experiências assim e to amando acompanhar suas aventuras.

    • Camila Lisboa
      16 de junho de 2016 at 21:46

      Tô adorando (e engordando!)

  3. Deivson
    16 de junho de 2016 at 22:20
    Reply

    Tô quase largando tudo aqui e indo te ajudar no trabalho, Camila!! Apaixonado por esse lugar! Essa foto do vulcão tá lindona!

    • Camila Lisboa
      21 de junho de 2016 at 19:57

      Adoro ver essa paisagem todos os dias 🙂

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *