Blog posts

Cavernas na Ilha de Páscoa (Rapa Nui)

Cavernas na Ilha de Páscoa (Rapa Nui)

Chile, Ilha de Páscoa

Existem muitas cavernas que se pode explorar na Ilha, nesse post conto pra vocês sobre três delas, que são de fácil acesso.

Ana Kai Tangata: uma baía onde existem pinturas ruprestres. É bem bonita, mas não se pode entrar.

Ana Kai Tangata
Ana Kai Tangata

Existe uma dúvida sobre a tradução exata da palavra.

Ana = caverna
Kai = comer
Tangata = homens

Então não se sabe se era o lugar onde os homens comiam ou o lugar onde se comiam homens. (Sim, há indícios que em alguma época houve canibalismo na Ilha).

Vista linda de Ana Kai Tangata no por do sol
Vista linda de Ana Kai Tangata no por do sol

Segundo a tradição, também pode ter sido usada como lugar onde se passavam as instruções para a competição do Homem Pássaro. (Em outro post conto mais da história para vocês 😉 )

Esse é o segundo post sobre Rapa Nui, confira o primeiro aqui.

É um lugar de fácil acesso, fica bem perto de Hanga Roa, na costa oeste, em direção ao sul da ilha.

Ana Kakenga:

Cueva de las Dos Ventanas
Cueva de las Dos Ventanas

A caverna das duas janelas é um lugar que você pode até não dar nada a primeira vista, mas é um dos pontos mais lindos para se ver o pacífico. Uma caverna que começa bem fechada, e depois abre num grande salão e em duas janelas ao mar. Lindo! (Leve lanterna, o começo é bem escuro).


Use os nossos parceiros para viajar tranquilo e ajudar o OMMDA:

BookingReservando com esse link aqui da Booking, você não pagará nada a mais por isso e nos ajuda (e muito) a manter o blog!

Anonymous-aiga-first-aid-bg-300px A Real Seguros é um comparador de Seguros Viagens e com o nosso link você já ganha 15% de desconto em qualquer compra!


Ana Te Pahu:

Eu admito que ia escrever uma grande bobagem aqui e depois me arrependi. Na minha primeira ida a Ana Te Pahu acabei não descendo para a caverna (num mix de cansaço, um vento extremo e fome, rs), mas depois acabei descobrindo (no posto de informações turística, que é parada obrigatória!) que é um lugar muito especial. Descendo e indo pela esquerda, se pode caminhar pela caverna, vendo como a lava esculpiu essa ‘cueva’ e se chega a uma árvore, em uma vista bem diferente. Depois da árvore tem mais duas possibilidades de caminho, mas não recomendo ir sem guia, é difícil de passar, não é uma saída óbvia.

Essa caverna foi usada com dois intuitos: reserva de água doce (já falei que não tem rios na ilha?) e como refúgio.

 

A árvore linda dentro da caverna
A árvore linda dentro da caverna

Levar lanterna é mais que obrigatório.

Custos: 

Você não precisará pagar entrada para nenhuma delas e todas são acessíveis a pé ou em bicicleta 🙂

About the author

Viciada em viajar, mas que sossegou - só um pouco - no Chile pra abrir um hostel. Já esteve em 9 países e 90 cidades fora do Brasil. Não sabe nadar (mas sabe andar de bicicleta). É facilmente comprável com doces e bom café. E é mão de vaca (isso é um dado importante).

1 Comment

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *