Blog posts

Cali: a terra da salsa na Colômbia

Cali: a terra da salsa na Colômbia

Cali, Colômbia

Falar de Cali, pra mim, é automaticamente falar de salsa. Meus dias por lá podem ser facilmente (e invejavelmente) resumidos em:

  • Piscina
  • Cerveja
  • Aulas de Salsa
  • Piscina
  • Rumba (de salsa!) -na Colômbia é o nosso equivalente a balada, night, rock, forró (depende de onde você é, rs)

IMG_1595

Foi isso o que eu fiz por lá em 5 dias. Vida mansa, admito.

E isso teve muito a ver com a escolha do hostel, que tinha uma área comum incrível, com piscina, churrasco aos sábados, um bar animado todo dia e aulas de salsa e ioga de graça. Preciso de mais?

Quer saber mais do El Viajero em Cali, leia o nosso review.

Cali é a capital da salsa na Colômbia. Tudo lá remete a isso, sério.  A cidade é a sede no Festival Mundial de Salsa. Sim, mundial.

As festas por lá sempre tocam salsa e é bem comum sair para festas que mais se parecem bailes, com os caras tirando as meninas pra dançar no meio da pista e quando a música acaba, a pista se esvazia… É até engraçado.

Tudo isso regado a muito rum.

Cali tem alguns atrativos de turismo, mas não se pode chamar de uma cidade mega interessante se tirarmos a música latina de lá. Ao meu ver, a salsa é a principal atração. De longe.

cali

Gato del Rio – É uma escultura de um gato que foi feita pelo artista  Hernando Tejada em 1996, fazendo parte de um projeto de recuperação da área. Fez tanto sucesso que outros artistas doaram gatas pra não deixar o coitado do gatinho sozinho, rs.

Zoo – Não é a minha área, mas é um lugar bastante visitado. É reconhecido como um dos melhores da América Latina e tem uma área enorme, uma visita pode durar, facilmente, mais de 4 horas. (COP 16000 adultos)

Museo del Oro – esse eu juro que tentei ir várias vezes, mas sempre dava algo errado. O museu fica no prédio do Banco de la República, bem na praça central de Cali. Conta com mais de 400 peças em ouro, cerâmicas e muitos objetos de civilizações pré-colombianas.

mo_calima_entrada

Fonte: Museu del Oro

E pra aproveitar a salsa, tem várias opções:

– Aulas grátis: essas são boas pra começar, já que são em grupo e normalmente não se tem muito espaço. É bom pra entender do ritmo e pegar o jeito de alguns passinhos básicos.

– Aulas particulares: pra se sentir @ dançarin@ de salsa uma aula particular já ajuda.A aula é bem aproveitada (só você e o professor) e você consegue praticar muito. Fora que sai suado como se tivesse corrido uma maratona, dá-lhe dança! Custa cerca de COP 30000 a hora.


Use os nossos parceiros para viajar tranquilo e ajudar o OMMDA:

BookingReservando com esse link aqui da Booking, você não pagará nada a mais por isso e nos ajuda (e muito) a manter o blog!

Anonymous-aiga-first-aid-bg-300px A Real Seguros é um comparador de Seguros Viagens e com o nosso link você já ganha 15% de desconto em qualquer compra!


1346620430festival-mundial-salsa-cali-bailarines-teatro-municipal

Fonte: Festival Mundial de Salsa

– Rumba: a Tin Tin Deo é a mais conhecida, a que mais lota e a que você vai dançar mais. Tem sempre muitos gringos, mas né, normal…

– Rumbas: Menga – Nessa rua você vai encontrar diversas opções de festas, nem dá pra indicar um nome porque cada dia isso muda. Vá com um grupo e escolham por lá… As indicações dos hostéis  normalmente são uma boa pedida. Mas vá com pique de dançar! E, meninas, aceitem os pedidos pra dançar dos locais, é megadivertido e você aprende demais =)

 Se quiser algumas músicas pra te inspirar na dança, veja nosso compilado das Músicas mais tocadas no Mochilão Peru – Equador e Colômbia!

About the author

Viciada em viajar, mas que sossegou – só um pouco – no Chile pra abrir um hostel. Já esteve em 9 países e 90 cidades fora do Brasil. Não sabe nadar (mas sabe andar de bicicleta). É facilmente comprável com doces e bom café. E é mão de vaca (isso é um dado importante).

4 Comments

  1. Gata Balinesa
    16 de setembro de 2015 at 13:57
    Reply

    Que legal! 🙂 você poderia me indicar alguma cidade com praias paradisíacas e POUCOS turistas, pfv? De preferência algum lugar que já tenhas ido… Obs: NÃO precisa ser no Brasil, pode ser em qualquer lugar do mundo 🙂

    • Camila Lisboa
      16 de setembro de 2015 at 17:33

      Menina, no Brasil as minhas preferidas sao Pipa, Jeri e Morro de Sao Paulo… No Sul curto muito a Guarda do Embaú também.

      Fora do Brasil, de tudo o que eu conheco, acho que o Caribe colombiano é o melhor… e aí o Parque Tayrona é excepcional, porque como é meio chatinho de ir, quando vc acorda tem o marzao azul só pra vc 🙂

  2. Aline Pessôa
    7 de agosto de 2017 at 17:13
    Reply

    Programando minha viagem para Colômbia, mas na dúvida se incluo ou não Cali no meu roteiro, até porque a cidade fica no sentido oposto do que tinha planejado. O fato é que quero aprender salsa. rsrs Cali é o melhor local? Vale a pena a visita ? E a segurança da cidade? Obrigada pelas dicas.

    • Camila Lisboa
      8 de agosto de 2017 at 15:32

      Cali é uma cidade que respira salsa, mas se ficar muito fora de mão, acho que não vale tanto a pena… E aulas de salsa vc encontra em qualquer cidade da Colômbia! É que Cali é a capital, mas em todo lugar você acha 🙂

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *